quinta-feira, 30 de agosto de 2012

A Psicologia da Excelência - Por Marcelino Rodriguez


O que produz a excelência?


Há cerca de dois meses, pouco antes que Ingrid Betancourt fosse libertada, eu lia seu diário da selva. Numa de suas muitas reflexões ela dizia aos filhos "O objetivo da vida é crescer para ajudar os outros".

Eis ai um ponto de partida para se compreender a excelência: crescer para ajudar. Aqueles que atingiram patamares altos de evolução na história humana tiveram em suas biografias "o esforço para o bem dos outros"

Então poderíamos ter em mente que os líderes, aqueles que apontam caminhos, aqueles que são exemplos, são apenas aqueles que fazem o máximo de esforço para expressarem o que há de mais alto em suas naturezas.

Estou convencido por mim que o objetivo da vida é que tenhamos a maior proximidade possível com o criador. Que tenhamos no dia a dia o "senso permanente do sagrado".

Falar bem. Pensar bem. Agir bem.

A certeza diária que a vida é um trabalho e que devemos expressar nossa alma com essa consciência de que, embora estejamos passando, não estamos passando em vão ; a psicologia da excelência também inclui a oração como disciplina, pois a graça e a misericórdia de Deus nos salva mais rápido que nosso esforço ainda.

Enfim, o líder é aquele que toma sua cruz, sua flor e sua espada todos os dias, sem delegar responsabilidades. Podemos dizer que o ser humano que busca expressar sua excelência está comprometido com Deus e o universo.



Marcelino Rodriguez é colunista fixo do Blog Luiz Domingues 2. Escritor consagrado e com vasta obra publicada, mergulha neste artigo, numa reflexão profunda sobre o sentido individual de aprimoramento, onde por extensão, obtém-se o bem estar coletivo. Trocando em miúdos : Essa á visão holística do III Milênio...

Nenhum comentário:

Postar um comentário