quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Autobiografia na Música - Boca do Céu - Capítulo 14 - Por Luiz Domingues


Uma das melhores lembranças de 1977, sem dúvida (ainda falando do show do Genesis...) Considerávamos todos os shows como um curso universitário para as nossas pretensões... observávamos cada detalhe, da organização do show à performance da banda. Ficávamos atentos ao som; a movimentação dos técnicos; luz; cenário; equipamento, efeitos... conversávamos o tempo todo sobre cada detalhe e constantemente o Laert emitia um boletim manuscrito, que líamos com atenção. Neles, escrevia minuciosamente todos os aspectos relativos à produção da banda. Esse boletim agradava-me muito, pois eu pensava igual à ele nesse aspecto. Sou adepto da organização; método, e foco no trabalho, com planejamento.


E através desses boletins, organizávamo-nos da melhor maneira possível mas claro, dentro de nossas limitações.

Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário