segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Autobiografia na Música - Trabalhos Avulsos (Cintia) - Capítulo 14 - Por Luiz Domingues

Parecia uma bizarrice tirar músicas mal e porcamente, não ensaiar, e tocar ao vivo na mesma noite.

Mas foi o que aconteceu, infelizmente...

Durante nossa estada na casa do casal, o Gereba mal disfarçava que se encantara pelos dotes físicos da cantora, apesar dela ser casada, e o marido estar ali na sala-de-estar, observando tudo !

Ocorre que o Gereba era um "Casanova" incorrigível, e se havia uma coisa que o desnorteava, era ver uma mulher.

Sendo inconveniente, ele várias vezes falou entre os dentes, se virando para eu e Luis Bola, suas impressões sobre o corpo da moça, causando-nos o embaraço de quase o casal perceber.

Então, superado esse constrangimento, fomos para a casa do Luis Bola, descansar e esperar pela Kombi da produção.

O Luis Bola tinha uma bateria Tama, com dois bumbos e quatro tons, dois surdos, e uma infinidade de pratos de excelente qualidade. Seu Kit era para tocar Rock progressivo...

Mas qual foi a minha surpresa quando a desmontou e eu vi que planejava levá-la inteira !!!


Perguntei-lhe se aquilo não seria um enorme exagero para acompanhar uma cantora popularesca num salão de subúrbio, mas sua resposta calou-me : Se o som não era o que sonhávamos tocar e ganhar a vida, que pelo menos ele o divertisse.

E acrescentou que faria viradas de Bill Bruford nas canções prosaicas da Cintia.

Chegamos ao salão e percebemos que ficava muito próximo do quartel do exército de Quitaúna, um bairro daquela cidade e onde todo recruta temia ser designado, pois o pau comia ali dentro.


E ao entrarmos, já verificamos que o grosso do público era formado por soldados do exército em dia de folga, e completamente dispostos a arrumar bagunça.

Bandas cover locais tocavam antes do show principal. Eram medonhas até para o padrão baixo nível do mundo brega. Nesta altura, eu já questionava se os mil cruzeiros prometidos estariam valendo mesmo a pena...

E o Gereba alheio à esses percalços, começou a beber, percebendo que o dono do salão o tratava como a uma grande estrela, afinal, éramos a banda da Cintia...

Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário