quarta-feira, 3 de outubro de 2012

O Café - Por Marcelino Rodriguez

Alguns anos atrás eu fazia um trabalho voluntário, quando ocorreu um fato aparentemente corriqueiro, porém muito revelador do que é a vida humana na terra e como é conviver com pessoas que tem pouco conteúdo humanista.

Vale lembrar que uma educação de excelência produz seres humanos agradáveis e prestativos.

Um outro colaborador, mexendo na garrafa de café, percebeu que não havia líquido.

-- Não.-- Acabou, disse a responsável pela cozinha.

Na verdade, o café não havia acabado; havia toneladas de café na despensa. Tinha água, tinha café, tinha açúcar. Eu também gostaria de tomar um café fresco.

O que não havia, porém, era a boa vontade de fazer, nem a vontade de ser gentil.
Parece que ainda vai levar um tempo.

Ser gentil por graça ainda é coisa para muito poucos.

A elegância então deveria ter até uma academia de mérito.

Publicado no livro "Café Brasil" (direitos reservados)



Marcelino Rodriguez é colunista fixo do Blog Luiz Domingues 2. Escritor de vasta e bem sucedida obra publicada, aqui nos brinda com mais um trecho de seu livro "Café Brasil", lançado em 2001, onde observa com muita propriedade que a falta de investimentos na educação resulta em seres humanos brutalizados e mesquinhos, entre outras coisas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário