domingo, 16 de dezembro de 2018

Autobiografia na Música / Atualizações - Kim Kehl & Os Kurandeiros - Capítulo 99 - Por Luiz Domingues

O próximo compromisso da nossa banda seria a retomada da turnê, "Toca Raul", em conjunto com Edy Star e o percussionista, Michel Machado. Seria a terceira etapa e nesta altura, já estávamos habituados não somente com a parte musical, mas com as particularidades que marcaram tal turnê. Como por exemplo o fato de que o circuito das Casas de Cultura que visitamos e ainda visitaríamos, caracterizaram o nosso mergulho mais profundo pela periferia da cidade de São Paulo, em várias regiões. Já havíamos visitado os bairros do M'Boi Mirim (no extremo da zona sul) e Cidade Tiradentes (no extremo da zona leste) e houvera sido uma boa aventura deslocarmo-nos para tais quadrantes longínquos e a fazer uso de caminhos muito tortuosos. Agradecemos o fato de vivermos a realidade da Era digital e se não fossem os aplicativos dos Smatphones e o uso do Google Map como consulta obrigatória quando realizada no dia anterior para cada viagem dessas, realmente teria sido muito difícil chegar em tais logradouros. Esse foi o lado mais sombrio, eu diria. Mas o lado bom, compensara tudo e não falo apenas pelo prazer em realizar os shows, mas a constatação de que em tais Casas de Cultura, a amabilidade demonstrada pelas pessoas responsáveis pela sua administração e sobretudo pelo seu engajamento em causas culturais e sociais nobres, encantara-me. Observei tais características fortemente nas edições anteriores já citadas e agora, nessa terceira edição, não somente comprovei tal prerrogativa novamente, como fiquei ainda mais impressionado. Para início de conversa, a Casa de Cultura Itaquera, fica dentro de um Parque Público, denominado : Raul Seixas, no bairro José Bonifácio, na zona leste de São Paulo. Um verdadeiro oásis em meio a um enorme conjunto habitacional, a conter uma vegetação vasta, com brinquedos para a criançada, quadras esportivas e diversas atividades culturais oferecidas através de apresentações artísticas e cursos os mais variados etc e tal. Assim que cheguei, vi a presença de Carlinhos Machado que chegara antes de todos. Rapidamente ele auxiliou-me a estacionar dentro do Parque e enquanto esperávamos pelos demais, conversamos sobre a beleza do local e o quanto aquele equipamento seria vital para a população daquele bairro e arredores.
A banda a tocar no palco improvisado, no alpendre da casa de administração do parque. Kim Kehl & Os Kurandeiros + Edy Star e Michel Machado. Turnê Toca Raul. Casa de Cultura Itaquera / Parque Raul Seixas, bairro José Bonifácio. São Paulo / SP. 4 de novembro de 2018. Click : Lara Pap

Logo fui apresentado pelo Carlinhos à administradora, uma simpática senhora chamada, Aurora e ao caminhar um pouco por tal ambiente bucólico, vi que pequenas charretes coloridas, semelhantes aos famosos, "Tuc-Tuc" indianos, conduziam crianças com a presença de monitoras a segurar livros infantis em mãos, a narrar historinhas para os pequenos, enquanto passeavam. O palco onde atuaríamos, seria na verdade um alpendre de uma casa bem antiga, com característica de casa de fazenda e naquele instante, a atração anterior estava a apresentar-se. Tratou-se de um combo sambista a representar a velha guarda da Escola de Samba Camisa Verde e Branco, tradicional na cidade de São Paulo. Foram vários cantores, bem idosos, mas com uma vitalidade fora do comum, acompanhados de músicos / membros da escola em questão, a tocar instrumentos de percussão típicos, além de instrumentistas de cordas, também típicos do samba e um tecladista, que pareceu-me não usual ao combo, pois tocou a ler partitura o tempo todo e harmonizava de uma forma bem sofisticada, a denotar possuir formação erudita ou seja, encorpou bem o sambão dos veteranos e simpáticos cantores. Achei bem animada a apresentação e o público presente respondeu com entusiasmo com muita gente a dançar e cantar junto. Dentro da casa, a hospitalidade foi enorme, antes mesmo de perguntarem o meu nome, já estavam a trazer-me um café passado na hora, ou seja, essa turnê não estava a ser apenas marcada pelos caminhos tortuosos e longínquos, mas permeada pelo contato com pessoas simples, mas idealistas e muito amáveis.
Eis que os demais companheiros chegaram, e assim, paulatinamente eu e Carlinhos que já estávamos a par da questão do estacionamento e onde tocaríamos, ajudamos nessa orientação logística aos demais. 
A banda em ação, com Edy Star a cantar. Kim Kehl & Os Kurandeiros + Edy Star e Michel Machado. Turnê Toca Raul. Casa de Cultura Itaquera / Parque Raul Seixas, bairro José Bonifácio. São Paulo / SP. 4 de novembro de 2018. Click : Lara Pap

Então fomos avisados que o show da Escola de Samba estava para acabar e que teríamos cerca de meia hora para arrumar o nosso palco.Tudo muito simples, não haveria como consumir mais tempo do que o programado. Nesse ínterim, pude verificar a existência de inúmeras ilustrações emolduras pelas paredes, a enfocar a figura de Raul Seixas. De certo, de todos os shows dessa turnê, este haveria de ser o mais coadunado pela ambientação, com a proposta do espetáculo e certamente com a figura do Edy e tudo o que ele representa nesse universo formado pelos apreciadores da obra do Raul Seixas. Com o apoio do simpático técnico de som da Casa de Cultura, eis que aprontamos tudo e verificamos haver na plateia que ali aguardava-nos, a presença de fãs de Raul Seixas, pelas suas vestimentas e adereços a denotar tal apreço pessoal pelo Raulzito. 
Mais flagrantes da banda em ação. Kim Kehl & Os Kurandeiros + Edy Star e Michel Machado. Turnê Toca Raul. Casa de Cultura Itaquera / Parque Raul Seixas, bairro José Bonifácio. São Paulo / SP. 4 de novembro de 2018. Click : Lara Pap

Então, eis que iniciamos a apresentação e foi agradabilíssimo tocar com uma resposta tão boa do público. E por sentir tal sinergia positiva, o Edy, que é um artista muito experiente, soltou-se inteiramente e aquele seu lado ator / entertainer de cabaré europeu, fez com que improvisasse diversas brincadeiras com o público, que reagiu bem às piadas e interagiu fartamente com ele. Inclusive, em "Maluco Beleza", três rapazes cantaram, ao convite do Edy, mas no terceiro, que saiu muito do padrão da afinação, o Edy deu um basta sutil na brincadeira e retomou, ainda bem.
Uma panorâmica da banda no palco, com a perspectiva do público. Kim Kehl & Os Kurandeiros + Edy Star e Michel Machado. Turnê Toca Raul. Casa de Cultura Itaquera / Parque Raul Seixas, bairro José Bonifácio. São Paulo / SP. 4 de novembro de 2018. Click : Lara Pap

Enfim, encerramos a apresentação e o clima estabelecido fora tão bom que poderíamos ter até estendido um pouco mais, mas sem iluminação e com a tarde a cair rapidamente, não teve outro jeito. Foi certamente o melhor show da turnê, até então, e ficamos contentes com tudo o que vivenciamos ali naquela tarde de 4 de novembro de 2018, no Parque Raul Seixas, no bairro José Bonifácio, zona leste de São Paulo. Em meio a tantas coisas prazerosas que ali observamos, houve espaço para uma ocorrência engraçada, também. Eis que em determinada música que tocávamos, o percussionista, Michel Machado observou-me que havia uma figura exótica a assistir-nos. Eis que um homem a trajar um roupão de banho, estava ali a assistir-nos. Ora, será que havia alguma piscina disponível no Parque ? Ou talvez o rapaz morasse em algum apartamento no entorno, oriundo daquele imenso conjunto habitacional, e ao ouvir o som, saiu do banho em sua residência e foi conferir imediatamente o show ? Ou mesmo, para fazer jus ao Raul Seixas, o patrono do Parque e o homenageado em nossa turnê, tal espectador fantasiara-se como um genuíno : "Maluco Beleza" ? Bem, ficamos sem saber, mas que foi exótico, isso foi. 

Na desmontagem do equipamento, o simpático técnico de som contou-me sobre a atuação como militante da organização da Casa de Cultura e o quanto estava magoado por ter ouvido de uma certa senhora (que representava o poder na Secretaria de Cultura Municipal), em recente vistoria, que esta ordenara a completa remoção dos grafites que ornavam a casa, em si. Ao indagar o por quê dessa ordem, a tal senhora limitou-se a dizer-lhe que aquilo tratava-se de uma aberração e que arte era feita apenas por Monet; Rembrandt; Rafael etc. Chateado, dizia-me que não sabia o que dizer aos artistas que haviam feito as ilustrações, todos jovens egressos daquele bairro simples da periferia e que obviamente sentiram-se honrados em prestar tal melhoramento ao Parque que serve-lhes, tão bem. Bem, a discussão sobre o que é arte ou deixa de ser, vai longe e não cabe aqui, abrir tal reflexão que é bem complexa, No entanto, é bom frisar o que eu vi ali, ou seja, um conjunto de ilustrações criativas e que coloriam o espaço de uma maneira bem salutar, portanto, no mínimo, faltou sensibilidade para essa senhora altiva, que na qualidade de uma gestora de políticas culturais, principalmente no tocante ao lidar-se com populações carentes de bairros periféricos, decididamente não entende nada e deveria ater-se às suas visitas às galeria de arte sofisticadas dos bairros nobres da cidade ou mudar-se para Paris, como desejasse mas jamais ter um cargo com poder decisório dessa monta para desrespeitar os munícipes, mediante as suas convicções pedantes. E sobre as ilustrações, eu observei inclusive a existência de imagens do Raul Seixas, o patrono do Parque. O próximo show dessa turnê, seria apenas em 1° de dezembro de 2018, todavia, um show regular dos Kurandeiros aconteceria antes e a ser realizado em uma casa que não visitávamos desde 2017.
Edy Star, rodeado pelas pessoas amáveis e muito prestativas que compõe a direção da Casa de Cultura Itaquera / Parque Raul Seixas. O rapaz com chapéu e a mocinha bonita, auxiliaram bastante na logística. A moça com cabelos curtos e vestimenta ao estilo indiano, é a administradora, chamada : Aurora e o rapaz com camiseta azul, ao lado Edy, o técnico de som. Os Kurandeiros + Edy Star e Michel Machado. Casa de Cultura Itaquera / Parque Raul Seixas. Bairro José Bonifácio em São Paulo. Dia 4 de novembro de 2018. Filmagem : Lara Pap

Eis acima, um compacto do show : "Toca Raul" com Kim Kehl & Os Kurandeiros + Edy Star e Michel Machado. Casa de Cultura Itaquera / Parque Raul Seixas. Bairro José Bonifácio em São Paulo. Dia 4 de novembro de 2018. Filmagem : Lara Pap

Eis o Link para assistir no You Tube :
https://www.youtube.com/watch?v=G3o-f0IqyCg

Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário