quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

Autobiografia na Música / Atualizações - Kim Kehl & Os Kurandeiros - Capítulo 98 - Por Luiz Domingues

Antes portanto de mais um show na continuidade da turnê, "Toca Raul", com Edy Star, eis que tivemos mais um compromisso regular dos Kurandeiros. O local, um velho conhecido da banda, e posso afirmar sem receio em errar, uma casa que tornara-se um refúgio natural da banda, já de algum tempo, a ocupar o lugar que fora um dia do Magnólia Villa Bar, em termos de ancoragem para a nossa banda. E desta feita, a iniciativa partira da cúpula da Webradio Stay Rock Brazil, pois no domingo posterior, tal emissora realizaria a festa de seu aniversário e entre outras bandas, convidara uma banda de Brasília, chamada : Brazilian Blues Band e a aproveitar a vinda dos colegas brasilienses para São Paulo, quis promover um show extra dessa banda na capital paulista e assim, surgiu o convite para que Os Kurandeiros pudessem dividir a noite com esses artistas oriundos da capital federal.
Uma panorâmica da banda no palco. Kim Kehl & Os Kurandeiros no Santa Sede Rock Bar de São Paulo, em 26 de outubro de 2018. Click; acervo e cortesia : Rogério Utrila 

Flagrantes da banda em ação. Kim Kehl & Os Kurandeiros no Santa Sede Rock Bar de São Paulo, em 26 de outubro de 2018. Clicks; acervo e cortesia : Cleber Lessa 

Bem, claro que aceitamos de pronto e o mais interessante foi constatar in loco, que mais que ser um prazer tocar no Santa Sede, foi igualmente um prazer atender o convite dos simpáticos amigos da Webradio Stay Rock Brazil e ao longo da noite, o contato com os colegas de Brasília foi dos mais agradáveis, tanto no aspecto social, sob extrema camaradagem e empatia instantânea, quanto pela ótima surpresa da banda ser muito boa e o seu show ter agradado-nos em cheio e quero crer, à todos que estiveram presentes no Santa Sede Rock Bar.
Mais uma foto da banda sob panorâmica no palco. Kim Kehl & Os Kurandeiros no Santa Sede Rock Bar de São Paulo, em 26 de outubro de 2018. Click : Lara Pap 

O nosso show foi feito com extrema energia. Tocamos poucas releituras e privilegiamos mais o repertório autoral. Teve excelente receptividade do público presente e dessa forma acredito que pudemos esquentar muito bem a plateia para receber a contento os rapazes do Brazilian Blues Band.

A banda de Brasília / DF, "Brazilian Blues Band", em ação na primeira foto. Na segunda, em confraternização final com Os Kurandeiros. Da esquerda para a direita : Stivenson Neves Canavarro; Leonardo Vilela; Marçal Pontes; Kim Kehl; Renato Menez (Webradio Saty Rock Brazil); Carlinhos Machado; Luiz Domingues e Luiz Kaffa. Kim Kehl & Os Kurandeiros no Santa Sede Rock Bar de São Paulo, em 26 de outubro de 2018. Foto 1, click de Lara Pap. Foto 2 : Click, acervo e cortesia : Cleber Lessa 

Banda muito boa, gostei da versatilidade e excelente nível técnico de todos os seus instrumentistas e do vocalista. Gostei das suas boas composições, bem compostas e bem arranjadas, e tudo versado pela observação clara em prol de timbres e escola estilística em torno de estética setentista. Apesar de levar o Blues como mote principal, a banda mostra-se eclética e transitou também pelo Rock de uma maneira geral; R'n'B; Soul Music etc. Logo em uma das primeiras canções, com acento meio funkeado a la anos setenta, o guitarrista, Rubens Gióia, meu amigo e velho companheiro d'A Chave do Sol, que estava a assistir comigo na mesma mesa, falou-me, : -"lembra-me o som do Mandrill". De certo que lembrou mesmo, assim como "War"; "Little Feat"; Buddy Miles e outros tantos artistas com essa sonoridade, oriundos bem no início dos anos setenta. Enfim, o Brazilian Blues Band, agradou-nos muito, de certo. Uma surpresa boa, ao executar vários clássicos do Blues brasileiro mais moderno, eis que anunciaram que tocariam : "Má Noite", do repertório do Nasi & Os Irmãos do Blues, e cujo arranjo original dessa releitura com Nasi, foi de sua responsabilidade e que também faz parte do repertório dos Kurandeiros. Inclusive, nós havíamos executado-a naquela mesma noite, durante o nosso set regular. Bem, foi bem bonita versão deles, mais próxima da sonoridade do Nasi e melhor ainda quando tiveram a simpática atitude em convidar o Kim Kehl para cantar junto ao seu vocalista. Momento bonito do show, portanto.
Salve o batuque dos Kurandeiros ! Kim Kehl & Os Kurandeiros no Santa Sede Rock Bar de São Paulo, em 26 de outubro de 2018. Click : Lara Pap 

A canção "Má Noite", na interpretação da Brazilian Blues Band de Brasília / DF e a contar com a participação especial de Kim Kehl, no show realizado no Santa Sede Rock Bar de São Paulo. Filmagem : Lara Pap

Eis o Link para assistir no You Tube :
https://www.youtube.com/watch?v=ZFTvl2YcUj4 

Eis que após o término do show dos rapazes, conversamos bastante e a boa impressão inicial só reforçou-se com a constatação de que todos são artistas muito conscientes, com formação muito boa no tocante às suas influências pessoais (o que já ficara patente diante da sua apresentação), mas sobretudo, são ótimos seres humanos. Portanto, foi um prazer total dividir a noite com esses artistas e posso dizer, amigos, doravante.
A artista plástica e artesã, Pat Freire, com Carlinhos Machado, nos bastidores do pós show. Kim Kehl & Os Kurandeiros no Santa Sede Rock Bar de São Paulo, em 26 de outubro de 2018. Click : Lara Pap
Carlinhos Machado e Marçal Pontes (tecladista da Brazilian Blues Band). Kim Kehl & Os Kurandeiros no Santa Sede Rock Bar de São Paulo, em 26 de outubro de 2018. Click; acervo e cortesia : Cleber Lessa
No primeiro plano, Aguinaldo Lerente e Carlinhos Machado. Atrás, sentados, Lara Pap; Ana Cristina Domingues (encoberta) e Kim Kehl. Em pé, intermediário, Kico Stone. Kim Kehl & Os Kurandeiros no Santa Sede Rock Bar de São Paulo, em 26 de outubro de 2018. Click; acervo e cortesia : Cleber Lessa
Kim Kehl conversa com Renato Menez (Webradio Stay Rock Brazil); e Luiz Kaffa (vocalista da Brazilian Blues Band). Kim Kehl & Os Kurandeiros no Santa Sede Rock Bar de São Paulo, em 26 de outubro de 2018. Click, acervo e cortesia : Cleber Lessa      

E assim procedeu-se : noite de 26 de outubro de 2018, no Santa Sede Rock Bar de São Paulo, com a prazerosa participação da Brazilian Blues Band, direto de Brasília / DF. Aí sim, o próximo compromisso dos Kurandeiros, dar-se-ia com a continuidade da turnê "Toca Raul", com Edy Star e Michel Machado e mais uma vez em uma Casa de Cultura da prefeitura de São Paulo, localizada em um distante bairro do extremo da zona leste da capital paulista.

Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário