segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Autobiografia na Música / Atualizações - Patrulha do Espaço - Capítulo 323 - Por Luiz Domingues

Eis que chegamos em Curitiba, com tranquilidade, apesar do mau tempo na cidade, naquele instante. Por ser véspera de feriado, não tivemos outra alternativa a não ser irmos para a capital paranaense nesse dia, e viajarmos para Caçador / SC, mediante o uso de uma Van, no dia seguinte. Mas a Van contratada teve um problema e dessa maneira, outra teve que ser contratada a culminar que a viagem teve que ser remarcada para o dia do festival, no sábado. Resultado : quinta e sexta ociosas na capital paranaense. E como se não bastasse os problemas estruturais para seguirmos viagem, eis que somos comunicados que o hotel só poderia hospedar-nos na quinta-feira, portanto, passamos a noite em um hotel no bairro do Batel, na primeira noite em Curitiba, mas tivemos que mudarmo-nos para outro, mais próximo do centro da cidade, na sexta. Nesse segundo hotel, em pleno feriado, pude estabelecer um bom passeio a pé pelo bairro, completamente deserto por tal ocorrência e devo acrescentar que foi bem agradável o meu caminhar solitário, literalmente, pela ausência quase completa de pessoas pelas ruas. A comitiva do sambista mainstream, Péricles, estava hospedada no mesmo hotel. Cumprimentei o artista em pessoa no saguão, mas apesar da simpatia nos cumprimentos, não pude estabelecer um diálogo, visto estarmos nós de saída e ele e sua banda preparavam-se para ir cumprir o ritual do soundcheck vespertino, onde apresentar-se-iam naquela noite em Curitiba. Doravante, eis que passamos o dia e a noite a conversar nas dependências do hotel, quando entre tantas conversas, pude ouvir com atenção as reminiscências de Marta Benévolo sobre ser também uma artista plástica super criativa, e de fato, ao ver o processo de criação do álbum, "Veloz", um trabalho mais recente da banda e do qual além de ser componente, responsabilizou-se pela criação e lay-out da capa e encarte do disco, e assim, fiquei bastante impressionado, e com o incremento de contar com a sua explanação ilustrada, visto que mostrou-me o passo a passo dessa criação, mediante uma cobertura fotográfica do processo, através de seu lap top. Além do mais, ela contou-nos várias histórias a respeito de sua atuação como curadora de espetáculos musicais e exposições de arte em Brasília, verdadeiramente fascinantes pelos projetos que encabeçou e pelos artistas com os quais lidou, alguns dentro do patamar mainstream, inclusive. Nessa hora, o fato de não termos tido atividades em Curitiba, por dois dias, fez valer a pena a longa espera para viajarmos a Caçador / SC.
Capa de dois álbuns mais recentes da discografia da Patrulha do Espaço, em que Marta Benévolo participa como cantora e foi responsável pelo lay-out, o CD "Veloz" é sua criação com material reciclável

E no dia seguinte, ao final da manhã, fizemos o check-out e entramos na Van que chegou pontualmente à porta do hotel. Gostei de imediato do seu motorista, um rapaz educado e com muito bom humor, todavia na dose certa, sem exageros inconvenientes, chamado : Mauro. Acompanhar-nos-ia três amigos, nessa viagem. O casal ultra simpático; solícito e alto astral, formado por Cristiano e Lorena Rocha Affonso Costa, que havia acompanhado-nos em Ponta Grossa / PR, em abril próximo passado. Cristiano também é músico, além de ser um militar com alta patente e especialista em segurança e mediação de conflitos. Ele treinou profissionais para grandes eventos, tais com a Copa do Mundo e Olimpíadas do Rio de Janeiro, além de encontros governamentais; cúpulas e afins. De fato, logo após o nosso encontro realizado em abril de 2018, na cidade de Ponta Grossa / PR, ele enviou-me um livro técnico de sua autoria, sobre o assunto em questão. Portanto, é também um escritor com talento e além de escrever livros técnicos, pretende lançar livros com biografias de bandas de Rock setentistas que conhece de cor e salteado, a mostrar que é mesmo multifacetado. Não obstante tudo isso, Cristiano revela-se um produtor musical, pois assim como ocorrera em Ponta Grossa / PR, muito auxiliar-nos-ia em Caçador / SC e como se não bastasse tudo isso, graças aos seus esforços, uma cobertura fotográfica desse show e algumas filmagens, foram supridas por ele e pela sua não menos simpática e solícita esposa, Lorena. E uma terceira pessoa viajou conosco, chamada, Manuela "Manu" Santana, experiente produtora musical com larga experiência em gerir festivais com grande porte, tendo sido da cúpula do festival "Psicodália", por muitos anos. Pois Manuela também auxiliou-nos muito nessa viagem, além de sua simpatia que ajudou a tornar tal convívio, muito agradável.
Na Van, a partir de Curitiba / PR, em direção à Caçador / SC. No primeiro banco, o casal, Lorena e Cristiano Rocha Affonso Costa; no segundo, Rolando Castello Junior e Marta Benévolo; No terceiro, Rodrigo Hid e Luiz Domingues e no quarto banco, deitada momentaneamente, Manuela "Manu" Santana. Comitiva da Patrulha do Espaço a locomover-se para Caçador / SC, em 13 de outubro de 2018. Clicks (selfies); acervo e cortesia de Cristiano Rocha Affonso Costa

Apesar da chuva intensa; frio e mediante uma estrada não muito segura, chegamos bem na cidade de Caçador / SC, no meio da tarde e nesta altura, já sabíamos de antemão que devido ao mau tempo, o festival havia transferido o seu local para um ambiente fechado, urbano e saído assim, do espaço rural onde estava anteriormente programado para acontecer. Seria para conter camping e barracas ao ar livre, mas com essa brusca mudança, certamente que as mais de cinco mil pessoas aguardadas, na realidade, reduzir-se-iam drasticamente em um ambiente fechado e ainda mais sob frio e chuva. Paciência...

Continua...  

Nenhum comentário:

Postar um comentário