quarta-feira, 7 de maio de 2014

Autobiografia na Música - Sala de Aulas - Capítulo 14 - Por Luiz Domingues


No segundo semestre de 1988, o contingente de alunos havia aumentado. 

Eu mantinha uma média que oscilava entre 12 a 15 alunos.

As dificuldades ficavam por conta da minha falta de estrutura. 


Por não ter telefone residencial, e nem sonhar com internet, meu esquema de recrutamento era arcaico. 

Os interessados se manifestavam através de cartas que eram endereçadas à caixa postal da banda, cujo controle diário era meu.

Com o rompimento que tivemos com o Rubens, infelizmente, fui obrigado no início de 1988, a contratar o serviço de uma outra caixa postal, desta feita bem mais próxima da minha casa, visto que a antiga caixa postal da Chave do Sol estava numa agência perto da casa dele, na Av. Santo Amaro, e a ficha cadastral pertencente à ele.


Mera burocracia, pois eu a controlei por anos a fio, chegando durante um bom tempo (anos...), a ir visitá-la diariamente, pois se não o fizesse, o acúmulo me enlouqueceria, e eu respondia a todas as cartas, de forma manuscrita.

O outro grande agente dificultador, era a distância. 


A não ser para alunos daquele bairro e redondezas, ir ao Jardim Bonfiglioli, era uma aventura e tanto.

Quem acabou se tornando roadie da "nova" Chave, sem Sol, foi um de meus alunos, César Cardoso. 


Ele já tinha experiência, pois um primo dele era baixista da banda "Civil", de Pop Rock, ainda naquela pegada oitentista do pós-punk.


O Civil foi uma das últimas bandas do final daquela década, ainda nessa estética, e fez um sucesso efêmero na mídia mainstream.

Lembro do César nos acompanhando nos shows dessa fase da Chave, e ele era extremamente dedicado, tendo nos auxiliado bastante, até meados de 1989.

Conforme já descrevi aqui, ele foi trabalhar como estagiário na MTV no início dos anos 90, foi crescendo, e hoje é um profissional da Rede Globo, se não engano, na produção do Fantástico.

Foi uma época que meu cotidiano era "viajar" todo dia para o Jardim Bonfiglioli, pois as aulas se mesclavam aos ensaios da banda.



Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário