sábado, 7 de março de 2015

Autobiografia na Música - Sala de Aulas - Capítulo 31 - Por Luiz Domingues


No segundo semestre de 1991, eu tive que suar bastante para manter o ritmo normal das aulas sem prejuízo, pois conforme já relatei no tópico "Trabalhos Avulsos", eu acabei aceitando várias propostas de trabalho, e foi uma época turbulenta por eu perder tempo voando de um ensaio para o outro. 

Mas acabei dando conta, apesar do cansaço, sem prejudicar o andamento da minha rotina. 

No segundo semestre de 1991, não ocorreu nada extraordinário a ser relatado, a não ser em setembro, quando eu me mudei novamente de residência, justamente por conta das minhas aulas. 

O apartamento em que eu vivia anteriormente, era extremamente prazeroso como residência, muito próximo do parque da Aclimação, portanto com um clima bucólico, mas o entra-e-sai de alunos, e sobretudo o minúsculo quarto onde eu ministrava as aulas, era um estorvo à minha família. 

Portanto, vendo que a privacidade da família estava prejudicada, nos mudamos para um sobrado bem mais adequado, onde a casa ficava isolada do ambiente de aulas, dando muito mais sossego e reservas à minha família. 


Mudei-me para esse novo sobrado, que na verdade era muito próximo ao apartamento, portanto no mesmo bairro da Aclimação.
O sobrado de três andares da Rua Castro Alves, onde vivi o meu auge como professor

Lá, vivi de setembro de 1991, até agosto de 2007, portanto, nessa moradia, vivi os anos em que participei de quatro bandas importantes da minha carreira, entre as nove mais importantes que computo (naturalmente considerando as autorais) : Pitbulls on Crack; Sidharta; Patrulha do Espaço, e Pedra. 

E também nesse sobrado, acredito que vivi o apogeu de minha vida como professor, com a fase que começaria em 1992, com o surgimento de minha safra mais significativa de alunos, e uma série de acontecimentos análogos que muito impulsionaram meus esforços em levar o Pitbulls on Crack; posteriormente o Sidharta; e a Patrulha por osmose, à um caminho artístico de orientação retrô. 

A seguir passarei a relatar essa fase, que considero a melhor no aspecto da minha sala de aulas. 
Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário