sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Autobiografia na Música - Trabalhos Avulsos (Leandro) - Capítulo 24 - Por Luiz Domingues


Lembro-me do Lizoel estar gravando violão e o Fernando Marconi, surdão de samba. 

Haviam outros músicos complemetando, mas não os conhecia. 

Eram "coroas" que o Leandro deve ter recrutado em rodas de samba, ou de chorinho pela noite.

Quando a luz vermelha acendeu, eu vi que cada pequena nota não tocada corretamente ou um mínimo desvio no traste, causava um desastre. 


Errei logo no início e o clima estava tenso com os outros músicos me olhando esquisito, com aquelas caras de desaprovação.

O meu headphone estava com ruído, e a equalização péssima. 


Qualquer músico que esteja lendo este relato, sabe que na hora de gravar, é preciso perder um tempo acertando a equalização dos headphones com o máximo afinco, para tornar a gravação confortável com cada músico ouvindo o restante da banda da maneira que achar mais confortável, para poder desempenhar o seu papel com desenvoltura.

Mas numa gravação como foi aquela, às pressas, num estúdio decadente e com técnicos preguiçosos, seria pedir demais...

E assim foi, sem ouvir direito os outros músicos e com o meu baixo num volume diminuto, que gravei, consciente de que errei algumas frases.

Alguns dias depois, o Leandro veio me dizer que muitos músicos "tremeram" no estúdio, e que eu era um deles...


Não fiquei ofendido, mas chateado, pois dei o meu melhor, e fui traído pela inexperiência em confronto com uma produção tosca, sem condições nem para músicos experientes.

Se não confiava em mim e outros músicos, deveria ter-nos descartado. 


Hoje em dia, analisando com distanciamento histórico, vejo claramente que ele de fato não confiava, pois foi diminuindo o meu espaço na produção. 

O fato de ter deixado-me gravar só uma faixa, deve ter sido por uma questão de pena, ou até gratidão por eu ter me esforçado nos ensaios etc. 

E também por ser amigo do Lizoel, e ser do Língua, onde ele tinha suas conexões via Guca e Carlos Mello, que o municiavam com composições.

O disco ficou pronto no final de 1980. 


Ganhei uma cópia com uma dedicatória. Foi minha primeira gravação oficial em um LP.




Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário