terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Autobiografia na Música - A Chave do Sol - Capítulo 58 - Por Luiz Domingues


Lembro-me bem do dia em que fomos levar o material na sede da TV Cultura. 

Ficamos admirados com a simplicidade das pessoas envolvidas na produção, e como nos trataram bem, visto que esse comportamento é bastante incomum nesse meio.

Quando recebemos a notícia de nossa escalação no programa, ficamos empolgados, claro. 


E sabíamos que precisávamos estar muito afiados, para causar a melhor impressão possível, pois era a nossa melhor chance, sem dúvida, desde a fundação da banda em 1982. 

Só esse fato, por si só, mudou o astral completamente. 

O que era desolador no Pós-Victoria, com a perda da Verônica, gerando assim a consequente e deprimente falta de shows, e uma dose de humilhação pela recusa de vários bares, mudou abruptamente para euforia, e esperança por dias melhores.

O astral ficou muito bom, e até um show bizarro como o do "Morro da Lua" (que relatarei a seguir), passou a ser encarado como uma coisa boa a ser cumprida...

No aviso telefônico da TV Cultura, fomos informados sobre data, horário de soundcheck e da apresentação. 


E a melhor notícia : Poderíamos tocar três músicas, e dependendo da duração de cada uma, até duas músicas poderiam ir ao ar, posteriormente.


Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário