quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Autobiografia na Música - A Chave do Sol - Capítulo 192 - Por Luiz Domingues


As baterias estavam concentradas nos esforços de pré-produção do novo álbum nesses dias, mas um novo compromisso de show se avistava, ainda em maio, dias antes de entrarmos em estúdio, enfim.

Estávamos contratados pelo Centro Acadêmico de uma faculdade de Direito, localizada na cidade de Bragança Paulista, no interior de São Paulo.

Então, nos apresentamos num salão contratado pelos alunos dessa faculdade, às margens do famoso, e imenso lago que circunda a cidade.

Tratou-se da Faculdade São Francisco, de Direito, famosa naquela região do estado, quase na divisa com Minas Gerais. 


Nessa noite, fazia bastante frio, e aquela região do estado de São Paulo, é tradicionalmente mais fria do que outras regiões, e dessa forma, potencializado pelo lago, e imensa área livre, estava fazendo um frio bem intenso.

Uma banda local fez o show de abertura. Lembro-me apenas que se chamava "Apokalipse" (nada a ver com o Apokalypsis dos anos 70, liderado pelo Zé Brasil), mas o seu som apagou-se de minha memória, para fazer qualquer tipo de consideração estética a seu respeito.

Era o dia 11 de maio de 1985, um sábado, e cerca de 130 pessoas estiveram presentes no show. Talvez pelo frio, o público ficou aquém do que os organizadores esperavam.

De fato, ficamos também decepcionados. 


Essa filipeta patrocinada pela Baratos Afins, foi enviada ao nosso mailing do Fá Clube e distribuída nos shows entre maio e julho

Algumas pessoas nos disseram, contudo, que a falha houvera sido na divulgação deficiente, pois tínhamos muitos fãs na cidade, e se caprichassem, atrairiam público de cidades vizinhas, como Pirapora; Socorro; Atibaia; e Extrema, já no lado de Minas, mas muitíssimo perto de Bragança (15 ou 20 Km, acredito).

Tecnicamente, foi um bom show, mas se tivesse mais público, teria sido ainda mais empolgante, sem dúvida.



Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário