domingo, 7 de setembro de 2014

Autobiografia na Música - Patrulha do Espaço - Capítulo 30 - Por Luiz Domingues



Eu observava aquelas reações de euforia, e aquilo parecia para mim uma projeção do futuro da Patrulha, com essa guinada de volta às suas raízes, além do reconhecimento do talento sem igual dos dois jovens multi-instrumentistas.

Aquilo que eu sabia desde os primórdios do Sidharta, estava se materializando na minha frente.


O público enlouquecendo com a polivalência de ambos, trocando de instrumentos o show inteiro e desempenhando com extrema categoria, todos eles, o que era de fato, impressionante. 

Nesse show do Renegados Moto Clube, eles arrancaram gritos de euforia, e eu tive a epifania que seria o começo de um sucesso enorme. 

Encerrada essa jornada Rocker, com toda a sua glória sessenta-setentista, voltamos para São Paulo contentíssimos com o desempenho artístico, além de um cheque no bolso, que garantia o início das gravações do novo CD.

Tivemos problemas com os dois roadies, mas não vale a pena esmiuçar aqui. Infelizmente, o Júnior aborreceu-se, e não quis mais a presença de ambos na equipe. 


Para encerrar esta etapa, resta dizer que a moça que conhecemos era a vocalista Alexandra "Joplin", que era uma das melhores cantoras cover da Janis Joplin, no estado de São Paulo.
O Júnior que havia visto uma apresentação dela na baixada santista, sabia de seu potencial vocal, e a convidou a participar do disco Chronophagia, coisa que contarei mais para a frente.

E assim foi o nosso primeiro show fora da cidade de São Paulo... 

Ele ocorreu no dia 14 de janeiro de 2000, no Renegados Bar, de Praia Grande / SP. 

O público naquela noite, foi de 120 pessoas.


Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário