quarta-feira, 19 de março de 2014

Autobiografia na Música - A Chave do Sol - Capítulo 91 - Por Luiz Domingues


A repercussão foi muito boa desse terceiro programa onde participamos, só fortalecendo a nossa condição de termos entrado no rol de artistas emergentes, no cenário do Rock oitentista. 

E certamente com essa construção de imagem, alavancamos a possibilidade de nos acertarmos com o Luiz Calanca, e num acordo de coprodução, viabilizamos a gravação de nosso primeiro registro fonográfico, enfim.

O acerto com a Baratos Afins foi na base acordo verbal, sem necessidade de contrato etc e tal. 

Nós bancaríamos a parte de estúdio, e o Luiz cuidaria da parte gráfica e prensagem do disco, além do suporte na distribuição e divulgação do trabalho. 

Passamos então a nos preparar nesse sentido, já tendo escolhido as duas canções que fariam parte do compacto simples. 

Seriam "Luz" do lado A, e "18 Horas", no lado B. 

Toda a produção de lay-out da capa correria por nossa conta e produção.

Nesse item, o Luiz bancaria fotolito e a despesa da gráfica em sua composição. Então, o Zé Luis sugeriu que víssemos um desenho que sua irmã, Elizabeth Dinola estava desenvolvendo.

Uma pintura de Beth Dinola, exposta numa Galeria de Arte em São Paulo, recentemente, pós anos 2000, e que hoje pertence à uma colecionadora de Roma, Itália.

A Beth Dinola era (é) artista plástica. Embora sua especialidade fossem os trabalhos com cerâmica, ela desenhava e pintava também. 

Gostamos dos rafs iniciais que vimos, e autorizamos que a Beth prosseguisse na finalização do Lay-out final.

A ideia, era a de uma estrada estilizada como o braço de uma guitarra, com baquetas de bateria em suas laterais.

Na contracapa, três fotos individuais e ficha técnica. 

Já o logotipo, foi criação de um rapaz chamado José Vicente Dias, indicado pelo Luiz Calanca. 

Tal logo acabou se tornando objeto de merchandising, no decorrer de 1984. 

Era um pássaro voando sob a presença do Sol. 

Falarei mais sobre a produção da capa mais adiante, quando entrar no ano de 1984, efetivamente. 


Continua...   

Nenhum comentário:

Postar um comentário