quarta-feira, 19 de março de 2014

Autobiografia na Música - A Chave do Sol - Capítulo 92 - Por Luiz Domingues


E assim findou-se o ano de 1983, com  A Chave do Sol centrando baterias nos ensaios para a gravação do primeiro compacto. 

A produção da capa estava andando na parte de lay-out. 

A ficha técnica eu mesmo cuidei de elaborar o texto, e as fotos individuais do trio foram clicadas no início de 1984. 

Falarei dessa sessão de fotos, posteriormente.

Com a fase intensa de shows com o Língua de Trapo que iniciei, sobraram poucos dias para ensaiar com A Chave do Sol, mas eu fazia das tripas coração para aproveitar essas brechas. 

Como balanço final, digo que o ano de 1983 foi de altos e baixos, com o ponto alto predominando ao final, ainda bem. 

Iniciamos com a euforia por estarmos prosperando num circuito underground, fruto de um bom embalo que criamos no final de 1982. 

Tínhamos uma vocalista de uma voz incrível, portanto muito promissora, ainda que limitada em outros aspectos, mas o progresso da banda era visível. 

Saímos de um circuito off, rapidamente para uma casa badalada, e frequentada pela jovem burguesia paulistana, e nos vimos rodeados de artistas que estavam acontecendo no mainstream do BR-Rock 80's.

Ficamos sem a vocalista promissora e tivemos que recuar, indo parar novamente no underground.

Algum tempo depois, estabelecidos novamente como trio, tivemos oportunidade de uma aparição na TV e tudo mudou, abrindo portas para mais aparições, e perspectiva de lançar um disco. 

Agora estávamos nos últimos dias do ano, nos preparando para entrar no ano de 1984 com estúdio à vista, e dessa forma, é claro que o balanço de 1983, fechara-se positivamente para A Chave do Sol !!


Continua...  

Nenhum comentário:

Postar um comentário