segunda-feira, 3 de março de 2014

Autobiografia na Música - Patrulha do Espaço - Capítulo 8 - Por Luiz Domingues


Assim que cheguei em casa, liguei para os meninos e pedi para que viessem visitar-me. Comuniquei-lhes a proposta do Júnior, e eles se animaram.

O fato dele primeiro insistir com essa ideia da tal festa, era mais uma questão de prevenção. 


Apesar de tê-los visto em ação com seu potencial imenso, tinha dúvidas, exatamente como eu tinha no início do Sidharta. 

Eu já estava acostumado com os dois, e havia adquirido confiança absoluta com ambos.

Mas ele só os vira na Jam, e colocar os dois em cima de um palco, era algo muito mais preocupante, posso entender. 


Desta forma, marcamos uma nova reunião para fecharmos o compromisso, e já discutirmos a questão do repertório a ser escolhido.

Enquanto isso, o Júnior fazia esforços para concretizar essa festa que se chamaria: "Rolando Castello Júnior - 30 anos de bateria".

Fui com ele em vários locais possíveis para a realização da festa, e muitos contatos com potenciais patrocinadores, mas as negativas eram quase 100%. 


Conseguimos fechar apenas um patrocínio para realizarmos ensaios, gratuitamente, no mesmo estúdio em que estávamos ensaiando nos últimos momentos do Sidharta, e onde fizemos a Jam com ele, Júnior. 

Com a definição do repertório, marcamos o primeiro ensaio para o dia 2 de abril de 1999, no estúdio Alquimia, no bairro da Aclimação, zona sul de São Paulo.

Havíamos combinado ensaiar diversas músicas da Patrulha, mais algumas possíveis músicas de apoio para convidados que ele traria à festa, e algumas novas, do repertório do Sidharta, agora oficialmente incorporando-se ao repertório da Patrulha.
 

Mas nos primeiros ensaios, essas novas ficariam de lado, num primeiro instante.

Era um dia histórico, pois o projeto Sidharta que nascera timidamente no final de 1997, mais por uma vontade imensa de minha parte, de romper com todas as concessões de anos a fio e retomar o sonho primordial de 1976, era cercado de dúvidas. 


O primeiro tijolo fora construido por mim e um garoto mal saído da adolescência, chamado Rodrigo Hid. Portanto, era algo muito insípido.
 

"Virar" Patrulha do Espaço, agregando essa história adquirida de tal banda, foi um grande passo.


 Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário