quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Autobiografia na Música - Língua de Trapo - Capítulo 92 - Por Luiz Domingues


Ainda nessa primeira semana no Rio, lembro-me que foi agendada uma visita à Rádio Fluminense. 

Fomos eu, Laert e se não me falha a memória, João Lucas, Lizoel Costa e Serginho Gama. 

O Sergio, por ser carioca, apesar de radicado em São Paulo desde a adolescência, era o guia natural nessas andanças pelo Rio, apesar do Laert  também conhecer a cidade razoavelmente.

E assim fomos de ônibus comum, de Copacabana à estação das barcas, na praça XV. 

De barca, fomos à Niterói, até a sede da Rádio Fluminense, localizada perto da rodoviária de Niterói, com uma espetacular vista da Baía de Guanabara, do alto do edifício, onde se localizavam os estúdios da rádio.
Chegando lá, fomos apresentados ao diretor, Luiz Antonio Mello, uma pessoa muito gente boa, que dava muita força aos artistas independentes, e que num futuro bem próximo, ajudaria demais "A Chave do Sol", com execução maciça na Rádio.

 

Fomos conhecer a equipe toda da Rádio Rock carioca, e eu me lembro de uma menina bem jovem e muito bonita, que ficaria famosa tempos depois na TV, a Mylena Ciribelli, que aliás era muito simpática e gentil. 

Foi uma super proveitosa visita à rádio. 

E naquela noite no teatro, 5 de abril de 1984, 80 pessoas pagaram ingressos, e parecia que o público carioca estava se empolgando com o show.


Continua... 

Nenhum comentário:

Postar um comentário