quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Autobiografia na Música - Língua de Trapo - Capítulo 88 - Por Luiz Domingues

Mais uma semana de shows no teatro Lira Paulistana nos aguardava. 

A semana começou boa, com 90 pessoas nos assistindo no show da quarta-feira, dia 28 de março de 1984. 

No dia 29, 120 pessoas passaram pela bilheteria. 

E na sexta, dia 30, foram 250 pessoas. No sábado, dia 31 de março, o Jerome marcou uma "sessão maldita". 
Eu nunca tinha me apresentado numa sessão maldita antes, e apenas tinha a lembrança de ter assistido a várias, nos anos setenta. 

Claro que o Língua de Trapo não era uma banda de Rock, mas foi muito legal ter passado por essa experiência de fazer show à meia-noite em ponto. 

Então, a primeira sessão levou 360 pessoas ao teatro e a segunda, contou com 200 pessoas na plateia. 

E fechando a semana, tivemos mais duas sessões no domingo, dia 1° de abril de 1984. Na sessão das 18:00 h., com 240 pessoas e 350 na segunda, do horário habitual das 21:00 h. 

Estávamos de malas prontas no domingo à noite, pois na segunda-feira, embarcaríamos para o Rio de Janeiro, onde faríamos uma temporada na Sala Sydney Miller, pertencente à Funarte. 

Tenho histórias para contar dessa temporada no Rio, a começar pela viagem que ocorreu na segunda-feira, dia 2 de abril de 1984.

Continua...  

Nenhum comentário:

Postar um comentário