sábado, 26 de outubro de 2013

Autobiografia na Música - Língua de Trapo - Capítulo 98 - Por Luiz Domingues


No dia seguinte, não se falava em outra coisa no Rio de Janeiro, e em todo o Brasil, naturalmente, mas estávamos ali em Tour e não podíamos dispersar, perdendo o foco.

O show do do dia seguinte, 11 de abril de 1984, foi bom, com 150 pessoas presentes na plateia. 


Além da noite anterior ter sido uma terça-feira, certamente o tumulto no Rio pela realização do comício das "Diretas Já", deixou o trânsito da cidade, um caos.

E no dia seguinte, mais um bom show, no dia 12 de abril de 1984, com 200 pagantes na plateia. 


Não me lembro ao certo o dia dessa segunda semana do Rio, mas houve uma confraternização da banda com o cartunista Chico Caruso e alguns outros amigos cujos nomes não me recordo (mas lembro-me que eram em sua maioria, jornalistas), no famoso bar Amarelinho, que fica na Cinelândia, em frente ao Teatro Municipal do Rio, e também da Funarte, onde nos apresentávamos.

Fora outros jantares no Sagres da Gávea, onde sempre era agradável comer e bater papo. 



Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário