segunda-feira, 6 de julho de 2015

Autobiografia na Música - Sala de Aulas - Capítulo 72 - Por Luiz Domingues


Por falar em festivais e shows em geral, não foram poucas as vezes em que fui com alunos acompanhando-me, ou que os tenha encontrado em tais eventos.Devo até retroagir na narrativa para relatar alguns casos :

Em 1988, lembro-me de ter encontrado o aluno Cesar Cardoso nas dependências do Projeto SP, onde o Jethro Tull apresentou-se pela primeira vez no Brasil.
Esse ticket do show não é meu, mas achei-o na Internet para ilustrar. Fui no show do sábado (8 de julho), e fiquei no mezanino.

No ano de 1989, encontrei Flavio Sozigan no Olympia, na saída do show do Uriah Heep. Era a primeira vez que o velho Heep vinha ao Brasil, também.

Em 1992, foi a vez de encontrar com Cali Keller no Olympia, no show do Ian Gillan. Era a segunda vez que o vocalista do Deep Purple passava por aqui em show solo.

Ainda no ano de 1992, lembro-me de encontrar muitos, e nem vou nomeá-los, nos shows do Black Sabbath, no Olympia, e também no pequeno estádio de atletismo do Ibirapuera.

Em 1993, encontrei alguns no show duplo, com Little Richard e Chuck Berry, no estádio do Pacaembu.

Um desses alunos, deu um show na arquibancada, pois estava tresloucado. Quando um sorveteiro ambulante passou oferecendo picolés, ele enfiou a mão na geladeira portátil de isopor do rapaz e apanhou vários cubos de gelo, alguns inclusive, de tamanho razoável, e sem cerimônia, passou a arremessá-los a esmo para baixo. Não jogou com força, mas claro que deve ter machucado alguém que estava sentado nos degraus abaixo.

No meio do show do Little Richard, numa pausa entre duas músicas, soltou um berro alucinado que o estádio inteiro ouviu, insultando o artista, gratuitamente. Foi engraçado, é claro, mas muita gente deve ter se incomodado com a afirmativa dele, dando conta de que Little Richard era "Uma Bicha Louca"...

Detalhe : o meu aluno adorava o Little Richard, e fez isso de pura brincadeira, típica de sua pouca idade e energia infantojuvenil explodindo com os hormônios.

E tem mais histórias de shows & afins...

Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário