terça-feira, 7 de julho de 2015

Autobiografia na Música - Sala de Aulas - Capítulo 85 - Por Luiz Domingues


Logo que anunciei minha saída do Pitbulls on Crack, no bojo desse anúncio já tinha a novidade sobre o projeto para lhes relatar. 

Não houve um hiato onde estivesse momentaneamente sem perspectivas para prosseguir a minha carreira musical, mas muito pelo contrário, desta vez eu tinha o comunicado simultâneo de uma nova empreitada, e automaticamente, era implícito que contava com a força tarefa formada por eles.

E como já disse anteriormente, se apoiaram o Pitbulls on Crack, desde 1992, não seria diferente com o novo projeto. Pelo contrário, a minha expectativa de adesão era ainda maior, pelo fato do projeto ir de encontro à estética que fomentáramos por anos ali naquela sala de aulas da Aclimação.

E assim findou-se o ano de 1997, com uma enorme expectativa gerada pelo fato da nova banda estar dando seus primeiros passos. 

Mas só mostraríamos as primeiras músicas compostas para o projeto, no início de 1998, portanto, a expectativa de meus alunos e agregados, era enorme nesses meses, ansiando por ouvir o material etc etc.

No tocante às aulas em si, o movimento no final de 1997 continuava inalterado, mostrando que realmente estava difícil recuperar o fôlego perdido em 1996. Hoje, sei que isso de fato, nunca aconteceu.

Mas, mesmo vendo que essa perspectiva estava delineando-se irreversível, eu ainda tinha esperança de melhora na época, e encerrei 1997 com o desejo de que em 1998, pudesse ter crescimento no quadro de alunos, e êxito na nova banda que estava formando.

E assim foi o ano de 1997, encerrando a fase Pitbulls on Crack, que teve tanta proximidade com meus alunos e minhas aulas. Um novo destino me esperava, e para os garotos da minha sala de aulas, também.


Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário