sábado, 3 de outubro de 2015

Autobiografia na Música - Pedra - Capítulo 42 - Por Luiz Domingues


Sobre o Ivan ter ido ensaiar lá no Overdrive com a banda cover em que tocava, foi uma sorte oportuna e muito grande ele aparecer lá, no exato momento em que cogitávamos seu nome para assumir o posto deixado pelo Alex. Mas independente disso, tanto eu, quanto o Rodrigo, o abordaríamos de qualquer maneira por telefone. 

O fato dele ter ido ensaiar no Overdrive, só facilitou as coisas para nós, em suma. 

Quando o abordamos, ele realmente não esperava o convite. Deu para ver a mudança de seu semblante quando falamos. 

Ele não conhecia o repertório, mas ninguém conhecia, pois o Pedra ficou enfurnado no estúdio ensaiando e gravando, por quase um ano e meio, e salvo as exibições do Clip de "O Dito Popular" na TV, e poucas execuções radiofônicas, ninguém conhecia o trabalho. 

Claro que ficamos apreensivos sobre sua resposta. Quanto à nossa expectativa, apesar de confiarmos que ele gostaria do trabalho, a nossa dúvida estava no fato dele ter raízes de amizade com o Denny Caldeira, e rejeitar o nosso convite por não querer acumular trabalhos. Mas estávamos confiantes, em relação à nossa banda/obra.

Sobre o acontecimento prévio que citei em capítulo anterior, o que ocorreu foi que em outubro de 2005, eu fui convidado a assistir um show do Língua de Trapo no Sesc Pompeia.


Eles estavam comemorando o lançamento da caixa com todos os CD's relançados, com capinhas simulando os vinis e book contando a história da banda. 

Vários ex-membros estiveram presentes, que era o meu caso também, obviamente, e ao final do show, fui chamado ao palco, e participei de um coro coletivo para a música "Concheta". 

Bem isso apenas seria pertinente ao Língua de Trapo, e lá no seu capítulo específico, já contei esse episódio.

Mas no que concerne ao Pedra, é que o também o ex-baixista do Língua de Trapo, Luis "Risada"Lucas , me disse no camarim, que estava trabalhando com um produtor de shows internacionais, e que o tal produtor traria várias bandas, e poderia colocar o Pedra como banda de abertura. 

Parecia vago e bem delirante, pois ele me disse que seria um festival com vários Dinossauros setentistas, citando Alice Cooper; Uriah Heep; Whitesnake; Focus, e possivelmente a volta dos Mutantes. 

Apesar de parecer uma ideia vaga, o Luis "Risada" não estava brincando, e algum tempo depois essa conversa evoluiu. E como coincidiu com a entrada do Ivan na banda, creio que agora poderei contá-la com maiores detalhes.

Fotos 2 e 4 são de Grace Lagôa

Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário