domingo, 24 de maio de 2015

Autobiografia na Música - A Chave do Sol - Capítulo 264 - Por Luiz Domingues


Finalmente chego à ultima música gravada nessa demo tape de abril de 1986.

Tratava-se de "Forças do Bem". 


Essa sim, era uma música que não deveria estar inserida nessa demo, e não há justificativa para defender sua inclusão, mesmo evocando a nossa má percepção gerencial da época. Nada justifica a sua presença ali, pois realmente não tinha um potencial pop, e pelo contrário, era destoante, portanto, foi perigosamente inserida. 

Praticamente um Heavy-Metal, com andamento rápido, e uma letra falando sobre a guerra entre o bem e o mal, parecia repetir os clichês exaustivamente usados por bandas desse gênero, portanto, num momento em que queríamos sair "à francesa" de uma situação na qual jamais deveríamos ter insinuado aproximação, era no mínimo, contraditória a inclusão de um tema desse naipe nessa demo, quiçá ter sido composta. 

Como mérito musical, talvez possa citar que algumas convenções criadas ao estilo da velha Chave do Sol, em sua fase Jazz-Rock, estavam ali presentes. Mas creio que é um mero detalhe diante do equívoco todo, pelo cômputo geral.

Para não dizer que erramos tanto em inclui-la, fica como consolo a ideia de que a deixamos por último na ordem na fita. Segundo sabíamos, inclusive reforçada tal opinião pelo Charles Gavin, dificilmente um executivo de gravadora ouvia mais que três músicas de uma demo tape, portanto, era quase nula a possibilidade dela ser ouvida. Mas convenhamos, para que correr tal risco ? 


Essa canção foi tocada poucas vezes ao vivo, pois logo surgiriam outras de melhor qualidade, e sem o ranço desagradável do Heavy-Metal, do qual queríamos fugir.

E a letra, principalmente, era bastante infeliz ao nos nivelar com bandas praticantes de tais ideias tão infantis.

"Forças do bem contra o mal...forças do bem contra a escuridão"...tire sua conclusão, amigo leitor...


"Forças do Bem" em versão da demo tape de abril de 1986 :
http://www.youtube.com/watch?v=6TWqGVgQlfM

Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário