segunda-feira, 25 de maio de 2015

Autobiografia na Música - Pitbulls on Crack - Capítulo 77 - Por Luiz Domingues

A Marina rapidamente ficou muito amiga de todos na banda, e cativou o pessoal da gravadora.

Inclusive, houve convite para ela trabalhar lá, como funcionária registrada, mas antes disso, o Juan Pastor agiu mais ligeiramente, e já a havia indicado para trabalhar na rádio 89 FM, e dessa forma, ela preferiu essa oportunidade, onde acabou ficando um bom tempo no staff dessa emissora, posteriormente. Enquanto isso, a lentidão era óbvia no processo de mixagem, pois com sessões espaçadas por dificuldade de agendar-se seguidamente, e sobretudo pelo fato de terem apenas míseras 4 horas de duração, ficava mesmo um processo moroso e contraproducente. Não tínhamos perspectivas de shows em curto prazo, e nosso foco era finalizar o disco e a capa.
Paralelamente começariam, todavia, as conversações sobre o aparato de lançamento e um possível show, com o apoio da gravadora. Isso deu margem para muitas peculiaridades e eu contarei com detalhes, obviamente.

Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário