terça-feira, 26 de maio de 2015

Autobiografia na Música - Sidharta - Capítulo 29 - Por Luiz Domingues

 

Chegando ao final do ano de 1998, tínhamos o seguinte repertório disponível :

1) Abstrato Concreto

2) Sistema Solar

3) O Futuro

4) Estar Feliz Consigo

5) Sonhos Siderais

6) Céu Elétrico

7) Nave Ave

8) Sr. Barinsky (Admirável Sonhador)

9) Terra de Mutantes

10) O Mesmo Fim

11) Ser

12) Retomada

13) O Pote de Pokst

14) Eu Nunca Existi

15) Tudo Vai Mudar

16) Alma Mutante

17) Cosmo Ego

18) Do Começo ao Final

19) O Ritual

20) Emon


21) Fogueira das Vaidades



Uma vigésima segunda música ainda foi composta no início de 1999, mas não foi finalizada. Isso porque logo tivemos a saída do Zé Luis Dinola, e a seguir, o projeto acabou se fundindo à Patrulha do Espaço. 


Com a chegada do final do ano, ficavam mais visíveis os sinais da insatisfação do Zé Luis, que já não tinha aquele bom humor que o caracteriza. Ele não exteriorizava, contudo, e só mesmo em 1999, foi que abriu o jogo.

Chegando ao final do ano, apesar dessa mudança de humor do Zé Luis, estávamos felizes pela produção do ano inteiro, e pela qualidade das músicas, sobretudo.


Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário