sábado, 19 de setembro de 2015

Autobiografia na Música - Ciro Pessoa & Nu Descendo a Escada - Capítulo 10 - Por Luiz Domingues



Uma semana depois, estávamos novamente reunidos para o segundo ensaio. Desta feita, tocaríamos a outra metade do set list, proposto pelo Ciro.

E uma outra mudança se daria, com a troca de estúdio de ensaio. 


Sem dúvida, o estúdio do amigo do Kim era bacana, mas todos acharam melhor irmos para outro, mais centralizado em relação à residência de cada um.

Dessa forma, passamos a ocupar uma das salas de um concorrido estúdio de ensaio no bairro de Pinheiros, na zona oeste de São Paulo. Ali, era engraçado ver as mais de dez salas, com avisos de tempo para cada uma, parecendo um sinal escolar e bandas entrando e saindo, como se fossem estudantes nas dependências de um colégio.

O segundo ensaio foi mais seguro, e pelo fato desse estúdio ter mais equipamento do que o primeiro em que ensaiamos, pudemos sentir o som com maior pressão e qualidade. 


Particularmente, fiquei muito contente por constatar que o Rickembacker fora uma escolha acertada para tocar com o Ciro, pois seu timbre peculiar, encaixava-se como uma luva naquela psicodelia sessentista.

Não sou um entusiasta de covers no repertório, mas as duas músicas escolhidas pelo Ciro, como releituras, soaram muito bem. "Ando Meio Desligado", e "I'm the Walrus", surpreenderam-me.

Mais uma vez não contamos com a presença da vocalista Luciana Andrade, mas o Ciro nos contou que ela participaria na reta final dos ensaios, visando o apronto final para os shows.

Nesse ensaio, cumprimos a primeira etapa dessa preparação e a partir do próximo, já tocaríamos todas as músicas do show, nesta altura com poucas dúvidas de harmonia, mapa, convenções etc.



Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário