terça-feira, 15 de setembro de 2015

Autobiografia na Música - Pedra - Capítulo 31 - Por Luiz Domingues

Claro que essa aparição no programa "Totalmente Livre" da Rede NGT, não transformou a nossa vida, mas por incrível que pareça, muita gente viu. Digo com certa estupefação, porque a emissora operava (opera) em UHF, e com toda essa tecnologia que temos hoje em dia, realmente parece algo pré-histórico. Mas o fato, é que ao contrário da MTV, a Rede NGT passou a exibir com frequência muito grande o nosso clip de "O Dito Popular", e cada vez mais ouvíamos pessoas comentando sobre ter-nos visto, e já numa era de divulgação pela internet, essa medição fazia-se clara, através do nosso site e pelo "Orkut", a rede social que era a bola da vez na ocasião. Também nessa época, recebemos o convite para participar de um "Podcasting". Ainda era uma relativa novidade esse tipo de mídia de internet que simula uma emissora de rádio, na prática, e abriu campo para que milhares de programas surgissem, alguns muito legais inclusive. Claro, a pulverização total que a internet ganhou logo a seguir, tratou de minimizar o efeito desejado, mas ainda hoje acho válido ter esse tipo de apoio.

No caso desse Podcasting (Podcasting Brasil), era gerido por um grupo de garotos com aspiração a fazer jornalismo cultural, talvez imitando programas de TV a cabo como o "Manhattan Connection" e similares. Fomos à cidade de Barueri, para participar no estúdio com essa garotada e foi um papo mais ou menos, ou sendo realista, bem menos, pois não tinham o preparo adequado para entrevistar alguém bem mais experiente do que eles. Talvez estivessem acostumados a entrevistar bandas de moleques da idade deles, no colégio ou faculdade que estudavam, mas definitivamente, faltou estofo para os rapazes. O auge de sua inadequação deu-se quando o mais impetuoso deles, com certa empáfia até, perguntou-nos se nós entráramos na música para conquistar garotas... acho que dispensa mais comentários...

 
Havíamos mandado também cópias para o Canal Multishow, de TV a cabo, mas não havia nenhum sinal de recebimento. Mandamos também para um famoso apresentador que foi da MTV, e agora estava indo para o Multishow. Chegamos a mandar três materiais, um inclusive chegando em mãos, através de um contato nosso que era amigo pessoal dele, no seu apartamento aqui em São Paulo, mas ele nunca dignou-se a dizer absolutamente nada, nem uma sílaba.
Naturalmente deve ter achado uma porcaria, haja vista a profusão de artistas indie que promoveu nesses anos todos. Pela lógica da ilógica inversão de valores, se ele gostava daquela gente que não sabe tocar instrumentos musicais, naturalmente abominava-nos... Sieg Heil, Malcolm McLaren & asseclas...
Então, no final de 2005, tivemos enfim uma boa surpresa !
Sem que ninguém avisasse-nos, o canal Multishow exibiu por seis vezes o nosso clip ! Estávamos numa tarde de ensaio olhando a internet a esmo, quando eu sugeri ao Xando que desse uma olhada no site do Canal Multishow. 
Foi aleatório e desprovido de qualquer esperança prévia, que tomamos um susto: estava na capa da grade de atrações, o nosso nome e uma foto do Rodrigo cantando, na verdade, um frame do clip. Iríamos perder a chance de ver e jamais ficaríamos sabendo, mas por essa coincidência incrível, ficamos sabendo que passaria no programa "Mandou Bem", no dia 13 de dezembro de 2005, sob apresentação da atriz Daniela Suzuki. Assistimos e gravamos, claro. E depois houve mais cinco repetições do programa. Será que outras portas se abrir-se-iam ?
Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário