terça-feira, 15 de setembro de 2015

Autobiografia na Música - Pedra - Capítulo 30 - Por Luiz Domingues

No segundo bloco, fomos para a nossa entrevista, seguida da dublagem de "O Dito Popular". Na entrevista, a Giovana fez as perguntas de praxe sobre a origem da banda, e o por quê do nome "Pedra", iniciando a seguir, uma breve discussão sobre a questão da pirataria de CD's. Isso ainda era um tema polêmico, e esquentava as conversas nas rodinhas de artistas e produtores musicais naquela época. Contudo, a velocidade com a qual as coisas transformaram-se no mundo fonográfico em relação aos avanços da tecnologia, principalmente internet, tornou essa conversa obsoleta, muito rapidamente.

Antes de dublarmos, houve uma indefectível ação de merchandising, com a entrevistadora Giovana interagindo com uma demonstradora de uma linha de cosméticos que aliás, patrocinava o programa. Nada mais tipicamente feminino... ganhamos os kits de cosméticos com a Giovana enfatizando que não deveríamos usar os produtos, mas ofertá-los às nossas esposas / namoradas, chegando a insistir nessa piada sem graça. A nossa dublagem foi divertida. Ficamos perfilados e dublamos como nos velhos tempos do Chacrinha...
O programa foi ao ar no sábado subsequente, e como tratava-se (trata-se), de uma emissora que opera em UHF, nenhum de nós conseguiu sintonizar adequadamente e gravar. Mas o produtor do programa (Sergio Salce), foi gentil e proporcionou-nos uma cópia em VHS. Isso não foi postado no You Tube ainda, mas poderá ser lançado a qualquer instante, embora não tenha uma qualidade de imagem boa.
Trata-se de um único registro de TV com o baterista Alex Soares, portanto, raro para os fãs do trabalho. E no final, um momento quase constrangedor : a apresentadora Giovana encerrava cantando uma música de seu disco, pedindo-nos que levantássemos e ficássemos no enquadramento, dançando. Nós e o Leo Richter do Twister, com expressões faciais de completo constrangimento enquanto ela rebolava... hilário !! E tratava-se de um R'n'B pop modernoso, e bem "soft-pornô", numa definição debochada, porém certeira do Xando...
Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário