domingo, 30 de agosto de 2015

Autobiografia na Música - Patrulha do Espaço - Capítulo 104 - Por Luiz Domingues


Chegando ao campus, verificamos com pesar que o estúdio de TV dos estudantes do curso de Rádio e TV, ficava no quarto andar de um prédio, sem a existência de um elevador sequer.

Ora, diante dessa escadaria massacrante, e do fluxo gigantesco de estudantes subindo e descendo pelos andares, percebemos que nossos roadies se matariam nessa tarefa, e pior, essa logística atrasaria demais o trabalho de montagem do equipamento, e consequente início dos trabalhos de gravação do programa.
Então, mais uma vez contando com o poder da improvisação e camaradagem, alguns alunos envolvidos nessa produção, dispuseram-se a ajudar, num ritmo de mutirão, pura e simplesmente...

Conseguindo assim, escalar os quatro andares com aquela tralha toda, incluso o órgão Hammond, que demandava a presença de no mínimo, quatro homens fortes para carregá-lo.

Claro, muita gente caiu na real quando viu o tamanho do equipamento, pois talvez alguns desavisados, principalmente do corpo docente da instituição, deviam ter imaginado a presença de uma banda despojada, de garotos de bermudas, sem essa preocupação com a qualidade sonora etc etc.
Começamos então a montar tudo, e nesse ínterim, acompanhei uma conversa em off de uma professora envolvida na produção do programa, com o técnico de som, preocupada, vendo que o áudio não poderia sair mal, com uma banda profissional desse nível. Era óbvio que estava mesmo surpreendida, pois esperavam uma banda amadora, formada por alunos ou conhecidos dos mesmos, mas com um equipamento mais simples e certamente, completamente despojada.

Diante disso, era compreensível que ficasse preocupada, ao ver os alunos sob sua responsabilidade, intimidados com uma banda com história. De fato, dava para perceber que estavam nervosos, principalmente a garota que seria a apresentadora.

Percebemos que andava para lá e para cá, com a ficha de informações e perguntas na mão e tentando decorar alguns tópicos. 

Aliás, esse procedimento é comum entre profissionais de jornalismo televisivo, já vi repórter tarimbada fazendo isso, portanto, a professora ensinara corretamente a técnica, mas a garota era só uma estudante, chamada Alessandra Leite, bem novinha e estava nitidamente intimidada com a nossa presença.

Normal, ninguém nasce sabendo...
E na medida do possível, nós nos solidarizamos com ela, pois tratamos de quebrar o gelo, lhe dando suporte nos momento antes da gravação iniciar-se, enfim.

Haveria também um pequeno público presente, que foi acomodado numa pequena arquibancada dentro do estúdio. De última hora, o Samuca avisara alguns amigos seus, e que se misturaram à alunos.

Foi bem legal essa participação, trazendo um pouco de calor humano, fundamental para nos soltarmos um pouco mais, pois é sempre intimidante tocar em estúdio de TV, só com a presença de técnicos.
O programa chamava-se "Página Aberta", e era exibido no canal comunitário da cidade de São Paulo e também num similar da região do ABC. Infelizmente, a audiência era perto do zero, mas não podíamos e não desprezamos a oportunidade, sem dúvida.

Tocamos diversas músicas, e um bate-papo foi intercalado em trechos. O programa foi dividido em dois blocos, e exibido em duas datas de agosto, com meia hora cada um.

A qualidade sonora da mix televisiva surpreendeu-nos, até, quando o vimos no ar, dias depois.
Uma postagem no You Tube, foi feita anos atrás, de um trecho desse programa, mas dando o credito errado, dizendo ser um programa da TV Cultura. Não é verdade, e por isso deixei um comentário na página, fazendo a correção.

A iluminação deixou a desejar, mas acho que por falta de mais recursos. De fato, é um vídeo um tanto quanto escuro, em se considerando ter sido feito num estúdio de TV, não 100% profissional, mas em termos experimentais e didáticos, bem aparelhado.

Essa postagem que citei, onde tocamos a nossa versão para "Ando Meio Desligado", dos Mutantes, obteve muitos views. Claro que o chamariz de ser uma música famosa dos Mutantes pesa, mas creio que a nossa performance tem seu valor, ainda mais pelo improviso que fazíamos no meio da canção, com direito à citação de "In-a-Gadda-da Vidda", do Iron Butterfly...


O vídeo de "Ando Meio Desligado", dessa citada aparição no programa "Página Aberta", produção dos alunos do curso de Rádio e TV da Universidade Metodista, de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista. Exibido na TV Comunitária de São Paulo, em agosto de 2001.

http://www.youtube.com/watch?v=GPbNby6HyCo
O Link para assistir no You Tube
O Link para assistir no You Tube



http://www.youtube.com/watch?v=UYzqmDaqkgc
O Link para assistir no You Tube


Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário