quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Autobiografia na Música - Pedra - Capítulo 94 - Por Luiz Domingues

"Se você for a fim", era uma ideia de Funk-Rock, trazida como riff pelo Xando. De certa forma, remetia ao "O Dito Popular", do nosso primeiro álbum, e claro que tinha muito do "Aerosmith", e também do "Deep Purple" na formação do Mark IV.

Com o tempo, a música acabou ganhando uma parte "C", sugerida em ensaio por eu mesmo. Na hora, ocorreu-me a ideia de quebrar o swing funkeado, com uma intervenção Prog Rock. Aquela parte "C" é muito no estilo do "Greenslade", uma obscura banda Prog britânica e setentista, cujo trabalho eu sou fã. Quando a fechamos e passamos a ensaiar para a gravação, o Ivan logo notou que essa parte "C", apesar de ter sido inspirada em Prog Rock setentista, tinha também um ritmo que lembrava muito o baião nordestino.

E não deu outra...quando a gravamos, no penúltimo módulo da Parte "C", em sua ronda final, colocamos zabumba; triângulo e acordeon, dando feição mesmo de baião nordestino. Assim como em "Me Chama na Hora", do primeiro disco, onde colocamos uma batucada brasileira de escola de samba interagindo com um riff de Hard-Rock, desta feita colocamos o famoso "power-trio" nordestino interagindo conosco. Desta feita, porém, não chamamos convidados. O Ivan gravou a percussão típica e o Rodrigo fez a intervenção no acordeon...
O boato sessentista (alô, Carlos Imperial !), de que Luiz Gonzaga teria uma versão de "Asa Branca" gravada pelos Beatles, não passava de uma armação para criar celeuma...

Aliás, leia minha matéria falando desse boato, em meu blog 1 :
http://luiz-domingues.blogspot.com.br/search?q=Beatles+e+Luiz+Gonzaga. 


O áudio de "Se Você For Afim", do disco :
Eis o link para escutar no Yoy Tube :
https://www.youtube.com/watch?v=AAsr6_ebAL0

Mas que o Pedra mandou um trio nordestino na sua música, isso foi fato...

Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário