quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Autobiografia na Música - Pedra - Capítulo 103 - Por Luiz Domingues


Dessa forma, surgiu a oportunidade de fazermos um show compartilhado com uma banda amiga, o Golpe de Estado. Era um contato aberto pelo próprio pessoal do Golpe, que convidou-nos a participar de uma noitada de show duplo, numa casa inusitada, eu diria, pois suas atividades normais davam-se no campo de bailes organizados para atender um público de meia e terceira idade, também. Tais bailes eram alimentados por bandas típicas desse tipo de eventos, as chamadas bandas de baile, com muitos componentes e geralmente marcadas pelo mau gosto musical expresso em arranjos musicais démodé rebuscados; adocicados e sob um mau gosto extremo.

Claro que estranhamos a notícia de que o show realizar-se-ia numa casa não acostumada a fazer shows de Rock, embora tivesse uma estrutura de som e luz bacana, que davam-nos condições para tal. Contudo, essa casa no passado havia tido uma outra roupagem e com outro nome, fora uma danceteria nos anos oitenta, chamada "Rádio Clube". Muito bem localizada, na Avenida Pedroso de Morais, em Pinheiros, na zona oeste de São Paulo, recebera naquela década todos o nomes do BR-Rock 80's mainstream possíveis e imagináveis de São Paulo e do Rio, principalmente.
Então, a despeito de tantos anos depois ter tornado-se um clube "Kitsch" de bailes populares, a infraestrutura de shows que a casa tinha, era boa. Havia um P.A. e equipamento de luz, dignos; palco largo e com profundidade; estrutura cenotécnica; coxias; camarins etc etc e a plateia tinha instalações confortáveis e serviço de bar.
Nessas condições, apesar de ser nebulosa a possibilidade de haver um bom público, ficamos animados para fazer o show, pois no mínimo, teríamos boas fotos para capturar a banda ao vivo. Depunha contra o fato de ser um show em plena quarta-feira, ou seja, além de não ter tradição de shows de Rock há anos, tratava-se de um dia útil bem no meio da semana, com a típica dificuldade em atrair público. Essa casa chamava-se agora "Avenida Bar".
Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário