domingo, 6 de dezembro de 2015

Autobiografia na Música - Patrulha do Espaço - Capítulo 249 - Por Luiz Domingues


Ainda em abril, tivemos uma boa nova, e vinda de uma forma totalmente inesperada.

Através dos membros da família Brandini, que acompanhavam a Patrulha com muito entusiasmo desde 2001, soubemos que uma turma de estudantes de cinema havia proposto filmar um vídeo-clip da banda, totalmente gratuito, e que nos disponibilizariam o material para usarmos comercialmente, a vontade.

Seu intuito primordial era o de usar tal material como "TCC" (Trabalho de Conclusão de Curso), na faculdade em que estudavam, mas não haveria nenhum empecilho para que usássemos o material em nossos propósitos de divulgação.

Claro, a ressalva óbvia, era que não seria uma produção requintada, e muito pelo contrário, seria permeada de improvisos e simplicidade.

A despeito dessa realidade nada glamourosa, éramos uma banda off-mainstream e certamente que naquela altura dos acontecimentos, tal oferta era irrecusável, portanto, aceitamos.

Tudo foi muito rápido como previsto, pois nem pré-produção / brainstorm com a banda foi possível. O tempo urgia, pois os jovens estavam atrasados no seu cronograma e queriam filmar o quanto antes.

Meio na "porralouquice" da situação / meio "Goddard", o roteiro foi feito na base da ideia na cabeça e a produção, a toque de caixa, com a câmera na mão...

Escolhemos a música "Homem Carbono" e os rapazes nos falaram que intercalariam cenas da banda tocando, com cenas de rua com aspectos urbanos a esmo. De última hora, surgiu a ideia de uma inserção de dramaturgia, mas se não havia dinheiro para necessidades técnicas prementes, o que dizer de contratar atores e pensar num set de filmagem com adequação de iluminação etc etc ?

Bem, então mais uma solução prosaica foi arrumada e um outro amigo nosso em comum com a família Branchini, aceitou participar, mesmo não sendo ator.

Tratou-se de Carlinhos "Jimi", um guitarrista sensacional que também era nosso vizinho de bairro. Seu apelido, "Jimi", era pela obviedade de que adorava Jimi Hendrix, e sabia tocar todas as suas músicas, e com uma perfeição de detalhes. Tanto que até os dias atuais, ele tem uma ótima banda tributo do Hendrix, chamada "Stone Free", nome de uma música do grande mestre canhoto.

Mesmo não sendo ator, Carlinhos aceitou a tarefa e não só isso, cedeu sua própria residência como "set de filmagem" improvisada; além de seu carro e claro, figurino...

Foi tudo muito improvisado, é claro, mas dentro das possibilidades de uma produção amadora, teve um resultado surpreendente, eu diria. Falando sinceramente, creio que já ter visto vídeo clips profissionais com resultados pífios, ou até vergonhosos, e não é o caso desse vídeo de "Homem Carbono", de forma alguma.

Sobre as cenas com Carlinhos, ele faz o "Homem Carbono" em questão, uma espécie de personagem anônimo, representando o homem sem identidade alguma, massacrado pelo sistema. Suas cenas em sua casa são dele acordando e se arrumando para sair cedo para o trabalho e o diretor o orientou a representar afobação; contrariedade; revolta pela vida sem perspectivas etc.

Segue com ele dirigindo seu carro, e se estressando ainda mais no trânsito e no fim, se revolta e diante da banda, tem um chilique de crise nervosa.

Houve também cenas intercaladas com populares em praças públicas e claro, a banda tocando e cantando a música.

Sobre a banda, como não tínhamos show marcado para São Paulo tão cedo, surgiu uma solução improvisada de última hora. Um dos rapazes envolvidos na produção, no disse que seu pai era dono de um galpão na região da Rua 25 de março, e como é sabido, o maior centro de comércio popular do país.

Tal galpão estava desocupado, colocado à disposição para locação, e não haveria problema em usá-lo, desde que fora do horário comercial.

Diante dessa perspectiva, numa noite de um dia útil, levamos o nosso backline para o galpão e filmamos três ou quatro takes fazendo a mímica necessária.

Tudo foi precário, não havia uma iluminação super profissional, mas pelo menos os rapazes capricharam na câmera, que foi alugada e era profissional, portanto, apesar da ausência de uma luz melhor, creio que o resultado é digno.

É evidente que estou analisando sob um prisma absolutamente despojado, levando em consideração que fora uma produção amadora, com custo praticamente zero e pobreza de recursos, fica a ressalva para o leitor que assistir e discordar, entender o contexto no qual isso foi produzido. 

Só falta dizer que a cena final do destempero do personagem "Homem Carbono", foi feita numa rua do bairro do Cambuci, num dia útil e no período da tarde. A banda aparece sentada numa mesa de um botequim muito simples, e cujo dono era amigo da família Brandichini; também do Carlinhos "Jimi", além do próprio Junior que costumava se encontrar-se com essa turma para beber cerveja.

Todos ganharam cópias de tal material, e de minha parte, tratei de digitaliza-lo somente em 2006. Apenas em 2015, consegui colocar tal clip no You Tube e divulgá-lo em Redes Sociais da Internet, e tem feito bastante sucesso entre fãs da Patrulha.

Tive a ajuda da produtora Jani Santana Morales nessa empreitada, que aliás tem me auxiliado a resgatar material inédito de muitas bandas por onde passei, incluso a Patrulha do Espaço.

E também do baixista / web designer e produtor de vídeo, Marcelo "Pepe" Bueno, meu ex-aluno e componente do "Tomada", que inseriu áudio stereo, visto que o som original que eu dispunha, estava em mono.

Assista abaixo, o Vídeo-Clip de "Homem Carbono" :
Eis o Link para assistir no You Tube :
https://www.youtube.com/watch?v=lkUhtnHq1gg

Eis a ficha técnica do clip, publicada no You Tube, dando os créditos para todos que o tornaram viável :

 Vídeo Clip da música "Homem Carbono", extraído do álbum ".ComPacto", da Patrulha do Espaço, produzido por uma turma de estudantes de cinema.

Mescla cenas da banda dublando a música num galpão, e dramaturgia, com a presença de um amigo da banda, improvisado como ator, o guitarrista Carlinhos "Jimi".

Na ficha técnica, o nome do álbum está assinalado como "Sendas Astrais", que era um título provisório, mas na realidade, quando o disco foi lançado oficialmente, foi denominado : ".ComPacto"

Filmado e editado em 2003

Música : Homem Carbono
Álbum : ".ComPacto" (2003)

Homem Carbono (Rodrigo Hid - Marcello Schevano - Luiz Domingues - Rolando Castello Junior)

Direção: Eduardo Moya

Roteiro: Eduardo Moya e Patrick Flemer

Produção: Eduardo Moya

Assistente de Produção: Sérgio Sampaio e Andrea Mayumi

Camera: Eduardo Moya

Iluminação: Patrick Flemer

Pós Produção: Patrick Flemer

Ator: Carlos José da Silva (Carlinhos "Jimi")

Formação da Patrulha do Espaço na época :

Rolando Castello Junior - Bateria e Percussão
Rodrigo Hid - Guitarra, Teclados e Voz
Marcello Schevano - Guitarra, Teclados, Voz e Flauta
Luiz Domingues - Baixo e Voz

Digitalizado em 2006

Produção para a Internet em 2015 : Jani Santana Morales

Produção de áudio em 2015 : Marcelo "Pepe" Bueno


Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário