sexta-feira, 19 de junho de 2015

Autobiografia na Música - A Chave do Sol - Capítulo 315 - Por Luiz Domingues


Assim como tudo o que estava "pingando na nossa horta", o convite para ir fazer um show no nordeste, também fora espontâneo, e fruto de nossos esforços reunidos ao longo de anos de labuta. 

O Studio V vibrava com tais oportunidades, mas a grande verdade, era que tais esforços eram graças às nossas próprias forças, e nada vindo deles, a não ser o bla bla bla das reuniões.

O show que faríamos em Teresina, no Piauí, era no contexto de um festival a ser realizado naquela capital nordestina. Chamava-se "Setembro Rock Festival ", e era uma produção de um rapaz obstinado, chamado Zilton Filho, que produzia uma banda pesada, e autóctone, chamada "Vênus".

Bem articulado, com cultura e força de trabalho bem organizada, montou de fato um festival bem produzido, e logrou êxito em seus esforços, não tenho dúvida disso.

Éramos a atração maior do festival, o que nos honrava, certamente e aos olhos do público piauiense, éramos uma banda consagrada como se estivéssemos no mainstream, e claro que isso não correspondia à nossa realidade cotidiana, mas por outro lado, era para nós, um sinal, aliás mais um, de que estávamos chegando lá.

Recebemos as passagens, e toda a instrução de logística para cumprir na capital piauiense, num profissionalismo muito grande do produtor Zilton Filho.

Teríamos um dia cheio, com compromissos na TV e emissora de rádio locais, além dos procedimentos habituais de um soundcheck no local do espetáculo, logicamente.

Sonia nos deu instruções para nos portarmos sem a presença dela ou do Toninho, que não iriam, mas a verdade é que Zilton havia pensado em todos os detalhes, e foi um dos shows mais bem organizados dos quais participamos.

Foi um show que rendeu muitas histórias, e que procurarei me lembrar delas com detalhes para este relato.

Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário