domingo, 7 de junho de 2015

Autobiografia na Música - Sala de Aulas - Capítulo 60 - Por Luiz Domingues


Como já mencionei anteriormente, mas agora explico com maior profundidade, tive a ideia de organizar um torneio de futebol em 1994, para descontrair, e unir ainda mais os meus alunos.

Improvisadamente, na minha própria garagem, que era acoplada à sala de aulas, organizei o torneio, ao qual denominei de "Futebol Indoor". 


Quase todos participaram, menos as garotas; os que não podiam comparecer além de seus horários de aulas por conta de trabalharem ou estudarem; e um ou outro que não gostava mesmo.

Era um jogo de "Gol a Gol", delimitado até o meio da "quadra" e com dois tempos, de cinco minutos cada, o que era uma eternidade, em se considerando as dimensões diminutas da "quadra". Saíamos completamente extenuados dos jogos, mas era muito divertido.

Eu, já com 33 anos de idade à época, interagia com a garotada em igualdade de condições, e me permitia ter esse prazer pueril de ter novamente "13 anos de idade", ao jogar bola às 16:00 h. de um dia útil. 


Molecagem do bem...

Marcelo Bueno foi o grande campeão de 1994, com o "professor" que lhes escreve, ficando com o vice-campeonato.

Fernando Minchilo ficou em terceiro lugar, com Marcos Martines no 4° lugar.

Rodrigo Hid terminou em 5°; Ricardo Garcia em 6°; Thiago Fratuce em 7° e Alexandre "Leco" Peres amargou a lanterna, no 8° lugar.

Edil Postól; Junior Peloso e tantos outros não participaram por motivo de incompatibilidade de agenda, mas em 1995, o campeonato foi mais robusto, com mais alunos participando.
E assim, sob a euforia de um campeonato juvenil e absolutamente galhofeiro, ainda que no frigir dos ovos, levado à sério na hora da disputa, encerrei o ano de 1994 em minha sala de aulas, com a boa perspectiva de que em 1995, esse bom astral não só permaneceria, como tinha tudo para amplificar-se.

Aliado à isso, os bons ventos que sopravam para o Pitbulls on Crack, também ajudavam-me a prever uma onda de boas novas para 1995, e a minha sala de aulas e os meu alunos, faziam parte disso, certamente.

Minha residência na ocasião, e justamente na garagem, ocorreu o campeonato. A porta da garagem levou muita bolada, e deve ter incomodado bem a vizinhança pelo barulho infernal que fazia, fora a gritaria inerente dos jogadores... 


Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário